Varicela na Gravidez e Transmissão ao Bebê: Saber mais

Varicela na Gravidez e Transmissão ao Bebê

A varicela, também conhecida como catapora, é uma doença viral altamente contagiosa causada pelo vírus varicela-zoster. Embora seja mais comum em crianças, a varicela também pode afetar adultos, incluindo mulheres grávidas. Neste glossário, abordaremos em detalhes os riscos da varicela durante a gravidez e a transmissão da doença ao bebê.

O que é a varicela?

A varicela é uma doença viral caracterizada por erupções cutâneas vermelhas e coceira intensa. Ela é causada pelo vírus varicela-zoster, que pertence à família dos herpesvírus. A doença é altamente contagiosa e pode se espalhar facilmente de pessoa para pessoa através do contato direto com as lesões da pele ou pelo ar, quando uma pessoa infectada tosse ou espirra.

Varicela na gravidez

A varicela durante a gravidez pode ser preocupante, pois a infecção pode afetar tanto a mãe quanto o bebê em desenvolvimento. Embora a maioria das mulheres grávidas tenha imunidade prévia à varicela, aquelas que não foram expostas ao vírus anteriormente ou não foram vacinadas estão em maior risco de contrair a doença durante a gestação.

Riscos para a mãe

Para as mulheres grávidas, a varicela pode ser mais grave do que em pessoas não grávidas. A infecção pode levar a complicações, como pneumonia, encefalite e hepatite. Além disso, a varicela durante a gravidez pode aumentar o risco de parto prematuro e complicações pós-parto.

Riscos para o bebê

A varicela durante a gravidez também pode afetar o bebê em desenvolvimento. O vírus varicela-zoster pode atravessar a placenta e causar infecção fetal, resultando em malformações congênitas, como cicatrizes na pele, problemas oculares, danos ao sistema nervoso central e até mesmo a morte fetal.

Transmissão da varicela ao bebê

A transmissão da varicela ao bebê pode ocorrer durante a gravidez ou no momento do parto. Se uma mulher grávida contrair varicela nos primeiros estágios da gestação, o risco de transmissão para o bebê é menor. No entanto, se a infecção ocorrer próximo ao momento do parto, o bebê tem um maior risco de contrair a doença.

Prevenção da varicela na gravidez

A melhor forma de prevenir a varicela durante a gravidez é garantir que a mulher esteja imunizada antes de engravidar. A vacina contra a varicela é segura e eficaz, e é recomendada para todas as pessoas que não tiveram a doença ou não foram vacinadas anteriormente. Além disso, evitar o contato com pessoas infectadas e manter uma boa higiene pessoal também são medidas importantes de prevenção.

Tratamento da varicela na gravidez

O tratamento da varicela durante a gravidez é focado no alívio dos sintomas e na prevenção de complicações. Medicamentos antivirais podem ser prescritos para mulheres grávidas com varicela grave, especialmente aquelas com risco de complicações. Além disso, medidas de suporte, como repouso, hidratação adequada e alívio da coceira, também são importantes para o bem-estar da mãe e do bebê.

Considerações finais

A varicela durante a gravidez pode ser uma preocupação séria devido aos riscos tanto para a mãe quanto para o bebê. É importante que as mulheres grávidas tomem medidas preventivas, como a vacinação prévia à gravidez, para reduzir o risco de contrair a doença. Além disso, é fundamental buscar cuidados médicos adequados caso ocorra exposição à varicela durante a gestação, a fim de minimizar os riscos e garantir a saúde de ambos.