Varicela na Gravidez e Amamentação: Saber mais

Varicela na Gravidez e Amamentação

A varicela, também conhecida como catapora, é uma doença viral altamente contagiosa causada pelo vírus varicela-zoster. Embora seja mais comum em crianças, a varicela também pode afetar adultos, incluindo mulheres grávidas e lactantes. Neste glossário, vamos explorar os principais aspectos da varicela durante a gravidez e a amamentação, fornecendo informações detalhadas e atualizadas sobre o tema.

O que é a varicela?

A varicela é uma doença viral caracterizada por uma erupção cutânea pruriginosa e vesicular, febre e mal-estar geral. Ela é altamente contagiosa e pode se espalhar facilmente de pessoa para pessoa através do contato direto com as lesões da pele ou por meio de gotículas respiratórias expelidas por uma pessoa infectada. A varicela é causada pelo vírus varicela-zoster, que pertence à família dos herpesvírus.

Varicela na gravidez

A varicela durante a gravidez pode representar um risco tanto para a mãe quanto para o feto. Mulheres grávidas que nunca tiveram varicela ou que não foram vacinadas anteriormente têm maior probabilidade de contrair a doença se entrarem em contato com uma pessoa infectada. A infecção por varicela durante o primeiro trimestre da gravidez pode levar a complicações graves, como malformações congênitas e aborto espontâneo.

Complicações da varicela na gravidez

As complicações da varicela na gravidez podem variar de leves a graves. Além das malformações congênitas e do aborto espontâneo mencionados anteriormente, a varicela durante a gravidez também pode levar a pneumonia, encefalite, hepatite e outras complicações graves tanto para a mãe quanto para o feto. Portanto, é essencial que as mulheres grávidas tomem medidas para prevenir a infecção por varicela e procurem assistência médica imediatamente se apresentarem sintomas da doença.

Tratamento da varicela na gravidez

O tratamento da varicela na gravidez geralmente envolve medidas de suporte para aliviar os sintomas e prevenir complicações. Medicamentos antivirais podem ser prescritos em casos graves ou em mulheres grávidas com alto risco de complicações. É importante ressaltar que a automedicação durante a gravidez deve ser evitada, e qualquer medicamento deve ser prescrito por um profissional de saúde.

Varicela na amamentação

A varicela durante a amamentação também pode representar um risco para o bebê. Embora seja raro, o vírus varicela-zoster pode ser transmitido para o bebê através do leite materno, causando infecção neonatal. No entanto, a amamentação geralmente é recomendada para bebês de mães com varicela, pois o leite materno fornece proteção imunológica e outros benefícios importantes para o bebê.

Prevenção da varicela na gravidez e amamentação

A prevenção da varicela durante a gravidez e a amamentação é crucial para proteger a saúde da mãe e do bebê. A vacinação é a principal forma de prevenção da varicela, e é recomendada para todas as pessoas que não tiveram a doença ou não foram vacinadas anteriormente. Mulheres grávidas devem verificar seu histórico de imunização e discutir a vacinação com seu médico. Além disso, evitar o contato com pessoas infectadas e manter uma boa higiene pessoal também são medidas importantes para prevenir a infecção.

Conclusão

Em resumo, a varicela durante a gravidez e a amamentação pode representar riscos significativos para a mãe e o bebê. É importante que as mulheres grávidas tomem medidas para prevenir a infecção por varicela, como a vacinação e evitar o contato com pessoas infectadas. Em caso de suspeita de varicela, é fundamental procurar assistência médica imediatamente para receber o tratamento adequado e reduzir o risco de complicações. A amamentação geralmente é recomendada para bebês de mães com varicela, mas é importante discutir o assunto com um profissional de saúde.