Fontanela: Saber mais

O que é Fontanela?

A fontanela é uma estrutura presente no crânio dos recém-nascidos e dos bebês, que consiste em uma área macia e flexível, onde os ossos do crânio ainda não estão completamente fundidos. Essa região é coberta apenas por uma fina camada de pele e é perceptível ao toque, apresentando uma textura diferente do restante do crânio.

Tipos de Fontanela

Existem dois tipos principais de fontanela: a anterior e a posterior. A fontanela anterior, também conhecida como fontanela bregmática, está localizada na parte frontal do crânio, entre os ossos frontal e parietal. Já a fontanela posterior, também chamada de fontanela lambdoide, encontra-se na parte de trás do crânio, entre os ossos parietal e occipital.

Função da Fontanela

A fontanela tem diversas funções importantes para o desenvolvimento do bebê. Uma das principais é permitir que o crânio se adapte ao processo de crescimento do cérebro nos primeiros meses de vida. Além disso, a fontanela também auxilia na passagem do bebê pelo canal de parto durante o nascimento, permitindo uma maior flexibilidade e reduzindo o risco de lesões.

Fechar a Fontanela

A fontanela tem um tempo de fechamento natural, que varia de acordo com cada bebê. Em média, a fontanela anterior fecha-se completamente entre 12 e 18 meses de idade, enquanto a fontanela posterior fecha-se por volta dos 2 meses de vida. O fechamento das fontanelas é um processo gradual e não causa dor ou desconforto ao bebê.

Monitoramento da Fontanela

É importante que os pais e cuidadores monitorem regularmente a fontanela do bebê para garantir que ela esteja se desenvolvendo adequadamente. Uma fontanela que está afundada ou deprimida pode indicar desidratação, enquanto uma fontanela que está abaulada ou pulsante pode ser um sinal de aumento da pressão intracraniana.

Cuidados com a Fontanela

Para evitar possíveis lesões na fontanela, é importante tomar alguns cuidados específicos. Os pais devem evitar aplicar pressão direta sobre a fontanela ao pentear o cabelo do bebê ou ao colocar bonés ou chapéus apertados. Além disso, é fundamental proteger a cabeça do bebê de quedas e impactos, utilizando capacetes adequados em situações de risco.

Problemas na Fontanela

Embora seja raro, alguns problemas podem ocorrer na fontanela do bebê. A fontanela anterior pode apresentar uma abertura maior do que o normal, condição conhecida como fontanela ampla. Já a fontanela posterior pode apresentar uma fusão prematura dos ossos, chamada de craniossinostose. Ambas as condições requerem avaliação médica e, em alguns casos, tratamento cirúrgico.

Curiosidades sobre a Fontanela

A fontanela é uma estrutura fascinante e cheia de curiosidades. Por exemplo, a fontanela anterior é frequentemente utilizada como um indicador do nível de hidratação do bebê, pois quando está afundada pode ser um sinal de desidratação. Além disso, a fontanela posterior é uma área de grande importância para a realização de exames neurológicos em bebês, permitindo a palpação do cérebro e a avaliação de possíveis alterações.

Conclusão

A fontanela é uma estrutura essencial no crânio dos bebês, permitindo o crescimento e adaptação do cérebro nos primeiros meses de vida. É importante que os pais e cuidadores monitorem regularmente a fontanela para garantir seu desenvolvimento adequado. Caso haja qualquer preocupação ou alteração na fontanela, é fundamental buscar avaliação médica para um diagnóstico preciso e um possível tratamento.