Como reconhecer o autismo em seu filho: sinais de alerta

Dra. Fernanda Tomaz
Dra. Fernanda Tomaz

Psiquiatra infantil CRM 004642/SP

Sinais de alerta para o autismo em crianças

Como médica especialista em autismo, uma das perguntas mais comuns que recebo é: “Como posso reconhecer o autismo em meu filho?”. É verdade que cada caso é único e pode variar em intensidade, mas existem alguns sinais de alerta que podem indicar a possibilidade de autismo. É importante lembrar que a presença desses sinais não necessariamente significa que a criança tenha autismo, mas é algo que pode ser investigado com mais cuidado.

Atraso no desenvolvimento da linguagem

Um dos primeiros sinais que os pais costumam notar é o atraso no desenvolvimento da fala ou a ausência total dela. Bebês que não produzem balbucios até os 12 meses ou que não pronunciam palavras até os 16 meses podem ser um sinal de alerta. Além disso, crianças mais velhas que não conseguem formar frases completas ou têm dificuldade em manter conversações também podem indicar a possibilidade de autismo.

Dificuldade na interação social

Outro sinal de alerta para o autismo é a dificuldade em interagir socialmente. Crianças com autismo podem evitar o contato visual e não responderem quando chamadas pelo nome. Além disso, elas podem ter dificuldade em entender ou compartilhar emoções com os outros, tendendo a se isolarem ou mostrarem pouco interesse em brincadeiras em grupo.

Comportamentos repetitivos

Um dos sinais característicos do autismo são os comportamentos repetitivos. Isso pode incluir movimentos repetitivos, como balançar as mãos ou bater as pernas, além de fixações em objetos, como girar rodas de brinquedos incessantemente. Algumas crianças também podem ter padrões de comportamento rígidos e resistência a mudanças na rotina.

Hipersensibilidade sensorial

As crianças autistas podem ter uma sensibilidade aumentada aos estímulos sensoriais, como luzes, sons ou texturas. Elas podem ficar incomodadas com certos sons altos, evitar toques ou texturas desconfortáveis, ou ainda reagirem de forma exagerada a determinados estímulos sensoriais. É importante observar se a criança apresenta comportamentos de evitação ou se mostra desconforto em relação a esses estímulos.

Esses são apenas alguns dos sinais de alerta que podem indicar a possibilidade de autismo em crianças. Se você notar esses sinais em seu filho, é recomendado buscar uma avaliação profissional para uma avaliação adequada. O diagnóstico e intervenção precoces são fundamentais para o desenvolvimento e qualidade de vida das crianças autistas.

Para ajudar pais e cuidadores de crianças autistas, existem recursos como o “Caminhos do Autismo”, um guia completo que oferece informações sobre o autismo e estratégias para compreender e se relacionar melhor com autistas. Esse guia pode ser um ótimo suporte para quem está buscando compreender o autismo e aprender a lidar com os desafios que ele pode trazer.

Veja também